Publicado em

SONO-PAX – Aparelho Anti RONCO e APNÉIA DO SONO

O SONO-PAX é um Aparelho de Uso Nasal, anti RONCO e APNÉIA DO SONO, com avançada “Tecnologia Magnética”. É recomendado por alguns experientes profissionais da Saúde e tem “Acompanhamento, Orientações e Informações sobre Patologias Respiratórias” dadas por profissionais da Saúde, especializados em Ronco, Apnéia do Sono e Insônia.

Continuar lendo SONO-PAX – Aparelho Anti RONCO e APNÉIA DO SONO

 
Publicado em

HIPERTENSÃO Pode Causar Infarto e Derrame

Um Relatório da OMS Aponta Que 1 em Cada 3 Adultos Sofre de Hipertensão Arterial e 1 em Cada 10 é Diabético

Devemos ter em mente sempre que a “Hipertensão pode causar Infarto e Derrame“. Esse risco é iminente para toda e qualquer pessoa que sofre de “Hipertensão Arterial“. Isso dito, os cuidados devem ser diários para minimizar um risco que está presente em nossa vida no dia-a-dia.

A OMS (Organização Mundial da Saúde), com sede em Genebra, deu destaque em seu “Relatório Anual” sobre estatísticas de saúde. Ela enforma que 1 de cada 3 adultos sofre de Hipertensão. Esta patologia crônica causa cerca da metade de todas as mortes por Derrame e Problemas Cardíacos no mundo. Enquanto isso 1 de cada 10 sofre como o Diabetes.

A diretora geral da OMS, Margaret Chan, disse que: “Este relatório oferece uma evidência a mais do dramático aumento das condições que desencadeiam as doenças de coração e outras doenças crônicas. Isso acontece particularmente nos países pobres e em desenvolvimento” dentre os quais está o Brasil.

Margaret ressaltou o preocupante fato de que “em alguns países africanos, metade da população adulta sofra de Hipertensão”. Esta é a razão pela qual a OMS quer chamar a atenção para “o crescente impacto das doenças não contagiosas”.

Hipertensão Pode Causar Infarto e Derrame

Pela primeira vez o estudo estatístico da OMS inclui informação de 194 países sobre os altos níveis em homens e mulheres da “Pressão Sanguínea” e da “Taxa de Glicose no Sangue”. Isso revela, entre outras coisas, que os diagnósticos e os tratamentos baratos destas doenças reduziram o problema nos países desenvolvidos.

A inquietação da OMS é que em lugares como a África não são aplicadas estas medidas preventivas. A maior parte das pessoas com estas doenças não sabem que correm um “Alto Risco de Morte” e incapacidade por um “Ataque no Coração” ou um “Derrame“.

Altos Níveis de Glicose no Sangue

Pela primeira vez o documento contém também informação sobre níveis de “Glicose no Sangue”. Ele indica que enquanto a prevalência média global está em torno de 10%, até um terço da população em alguns países do Pacífico sofre desta doença.

A OMS lembra que, se não for tratado, o Diabetes pode causar “Doenças Cardiovasculares, Cegueira e Falha Renal”.

A terceira grande preocupação é o excesso de peso, já que “em todas as regiões do mundo, o número de obesos dobrou entre 1980 e 2008″. Informação dada por Ties Boerma, diretor do Departamento de Estatísticas Sanitárias e Sistemas da Informação da OMS.

“Hoje, cerca de 500 milhões de pessoas (12% da população mundial) são consideradas obesas”, segundo Boerma.

O nível mais alto de obesidade foi registrado na região das Américas (26% dos adultos) e o mais baixo no Sudeste Asiático (3% dos adultos). Constatou-se maior a proporção de mulheres obesas que a de homens e o impacto que isto representa quanto ao risco de Diabetes, Doenças do Coração e Câncer.

A conclusão é que as doenças não contagiosas são atualmente a causa de dois terços das mortes no mundo. Por isso a OMS trabalha em um marco de acompanhamento e uma série de metas voluntárias para prevenir e controlar o problema.

O relatório será um dos assuntos abordados na próxima Assembléia Mundial sobre a Saúde da OMS em Genebra, que também informará os avanços conquistados.

35% das Mortes de Crianças é Causada Pela Desnutrição Infantil

Segundo a OMS, há mais de uma década se estabeleceram os “Objetivos de Desenvolvimento do Milênio” ODM, da ONU. Desde então foi possível um progresso substancial na redução da “Mortalidade Infantil e Maternal”, em relação ao HIV, à Tuberculose e à Malária“.

A Desnutrição Infantil é a causa subjacente de aproximadamente 35% das mortes de crianças, menores de cinco anos. Nos países em desenvolvimento foram detectadas melhoras em relação a proporção de crianças dessas idades. Elas apresentavam peso abaixo do recomendável e passou de 29% para 18%. Já a mortalidade entre menores de cinco anos nas últimas duas décadas reduziu 35%. As reduções foram particularmente impactantes nas mortes por Diarreias e por Sarampo, destacou a organização.

Especialmente significativo é o dado sobre a África, onde acontece metade das mortes de menores de cinco anos, já que a taxa de redução passou de 1,5% para 2,8%, na última década.

O dado de redução é grande também no que se refere ao número de mortes maternais. Mas, a OMS indica que a taxa de redução é apenas a metade do necessário para conseguir o objetivo relevante dos (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio) ODM.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI e Conheça Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

XIXI – A Urina Pode Revelar Problemas Sérios de Saúde

A Urina Pode Ser Um Importante Meio de Análise da Sua Própria Saúde – Através Dela Pode-se Ter o Indício de Diversas PATOLOGIAS.

1 – Como Saber Se o Seu XIXI é Saudável ou Patológico?

Se você levanta várias vezes à noite para urinar, sente dor ou ardência ao urinar, isso pode indicar problemas sérios na sua saúde.

Você faz xixi tantas vezes ao dia que acaba se esquecendo de prestar atenção no número de vezes, na cor, na quantidade e na densidade da sua urina. Pois, saiba que isso é uma forma importante de saber como vai a saúde dos seus Rins e do seu Sistema Urinário. Como vai a Saúde Ginecológica da mulher e a Saúde Prostática do homem.

Preste atenção na sua urina no dia-a-dia, porque, segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os problemas urinários atingem cerca de 10% da população. Essa necessidade básica indica como vai a saúde de todo o sistema urinário, incluindo os Rins, a Bexiga, a Uretra, os Ureteres e a Próstata, no caso dos homens. Muitas vezes os problemas surgem por pequenos descuidos que podem lhe parecer irrelevantes. Esquecer de tomar água durante o dia é um dos erros mais frequentes quando o assunto é a saúde dos Rins. Prevenir pode ser o melhor remédio e para isso estas perguntas e respostas poderão lhe ajudar a fazer uma autoanálise da saúde do seu sistema urinário ou renal.

2 – É Normal Levantar Durante a Noite Para Fazer Xixi?

Sim, desde eu isso não atrapalhe o sono e seu descanso noturno por inúmeras interrupções.

Levantar durante a noite para fazer xixi pode ser perfeitamente normal, principalmente nas épocas mais quentes do ano, quando você toma mais líquidos. Muita gente se esquece de tomar líquidos durante o dia e desconta a falha no período noturno, com grandes quantidades ingeridas no jantar e após o jantar. Isso acaba provocando a vontade de urinar durante a madrugada, o que não chega a ser um problema. Levantar à noite só deixa de ser normal quando o número de vezes aumenta progressivamente e começa a atrapalhar o sono. Isto acontece, por exemplo, com homens com problema na Próstata (Prostatite), que chegam a levantar três, quatro, cinco ou até mais vezes durante a madrugada, prejudicando seriamente o descanso e a recuperação de todo organismo.

3 – A Urina Escura é Sinal de Que?

Normalmente é sinal de pouca ingestão de água ou mesmo de outros líquidos.

A urina escura, muitas vezes, indica baixo consumo de água, principalmente em épocas mais quentes, quando a transpiração aumenta e há mais perda de líquidos pelo suor e em dias de frio normalmente a frequência dos episódios urinários aumentam por haver uma contração maior da musculatura pélvica. Ao tomar menos líquidos a urina fica mais concentrada, ou seja, com menos água e fica mais densa. Isso aumenta o risco da formação de “Pedras nos Rins” e outros problemas urológicos associados. Ao urinarmos mais vezes ao dia também aumentamos a possibilidade de evitar as recorrentes Infecções Urinárias (Cistite), mais comuns principalmente nas mulheres, porque desta forma eliminamos mais as bactérias oportunistas, causadoras de inúmeros problemas renais e/ou urológicos. Alguns alimentos também podem escurecer a urina, principalmente, se houver pouca ingestão de líquidos, como: Beterrabas, Amoras e tantas outras frutas, verduras e alimentos naturais de cor escura. Existem também algumas doenças, como a Cirrose Hepática (doença do Fígado, normalmente causada pelo álcool, e outras hepatopatias) que podem escurecer a cor da urina.

4 – Ir ao Banheiro Várias Vezes ao Dia Pode Indicar o Que?

Pode ser um indício de Diabetes, de uma Prostatite, de Bexiga Hiperativa (causando Incontinência Urinária) ou mesmo de alguma outra disfunção ou doença renal ou urológica.

As pessoas com Diabetes descompensado costumam ir muitas vezes ao banheiro ao longo do dia, isso porque, o excesso de “glicose no sangue” precisa ser eliminado pelos rins com maior frequência. Homens com problema na próstata e mulheres com bexiga hiperativa (problema que faz com que o estímulo para a micção seja constante) também podem ir ao banheiro inúmeras vezes. Quero lembrar que aqueles que tomam muito líquido vão mais vezes ao banheiro, mas quando o número de vezes começa a incomodar ou atrapalhar as atividades do dia-a-dia, deve-se procurar a ajuda de uma profissional da área.

5 – As Causas de Ardência ao Urinar Podem Ser o Que?

As causas podem ser diversas, principalmente, Infecção urinária ou doenças sexualmente transmissíveis (DST), mas pode também ser Prostatite.

A ardência ao urinar, conhecida como Disúria, é sintoma inicial de infecção urinária. Geralmente este sintoma é acompanhado de um aumento de frequência de micção, com quantidades pequenas de urina e em alguns casos até com sangramento associado. Algumas DST também podem causar este sintoma de ardor, principalmente quando acometem a uretra, masculina e feminina, conhecidas como Uretrites. A Gonorreia (Neisseria gonorrhoeae) é um exemplo típico de Uretrite.

6 – O Que é Um Sinal Clássico de Incontinência Urinária Feminina?

Sinal Clássico é um sinal prevalente e dentre os mais comuns está a perda de urina ao fazer algum esforço físico, ao espirrar ou mesmo durante uma risada. Eis algumas das inúmeras questões pelas quais as pessoas que sofrem de Incontinência Urinária (Enurese) se tornam antissociáveis.

Perder urina ao fazer um esforço o é um sinal clássico da Incontinência Urinária de Esforço. O problema é muito comum em mulheres que tiveram partos normais. Geralmente é acompanhada de perdas urinarias com gargalhadas e com esforços físicos mais importantes. Estas mulheres muitas vezes passam a ter que usar absorventes ao longo de todo o dia, para se sentirem mais seguras. Uma boa opção para o tratamento do problema são os Exercícios Pélvicos, especialmente, desenvolvidos pelo “Fitoterapeuta e Ortomolecular Sérgio Schneider“, que fortalecem a musculatura do assoalho pélvico e devolvem ao esfíncter urinário suas funções originais.

7 – O Jato Urinário Fraco em Homens é Tipicamente Um Problema de Que?

É essencialmente um problema masculino, causado pelo aumento da Próstata (Prostatite).

Jato fraco, acompanhado de esforço urinário é um sinal de obstrução da saída da urina da bexiga causada pela próstata. O crescimento prostático, causador do problema, deve ser avaliado cuidadosamente por um profissional da saúde que conhece bem as causas e consequências destas dificuldades urinárias do homem.

8 – Como Deve Ser Analisada a Vontade de Fazer Xixi?

Ela deve aumentar progressivamente e não devemos esperar muito tempo para urinar.

A vontade impetuosa de ir ao banheiro pode ser um sinal de problemas. Nunca se deve segurar por muito tempo a vontade de urinar, já que isto poderá causar problemas mais sérios a sua saúde, tais como: Nefrite (inflamação dos Rins), ou uma Nefrolitíase (Cálculos Renais / Pedras nos Rins) e posteriormente podendo até mesmo evoluir para uma Nefrose (perda de proteínas pela urina), o que seria muito mais grave. Não bastasse, pode ainda evoluir para uma Insuficiência Renal, acompanhada de importantes transtornos metabólicos, com o aumento do nível de gordura e de colesterol no sangue, o que seria muito mais temeroso.

Acontece em mulheres e homens quando a bexiga se contrai para esvaziar, muitas vezes em momentos não apropriados. Isso se chama hiperatividade do músculo da bexiga. Algumas vezes, esta urgência é acompanhada de perdas urinárias. Ambas as situações requerem avaliação ou diagnóstico especializado. A urgência é muito comum em homens com crescimento prostático sem tratamento. O não tratamento de uma Prostatite pode evoluir para um Câncer Prostático, que implica em muitos casos em cirurgia (Prostatectomiaretirada cirúrgica da Próstata), o que poderá implicar em consequências sérias para a saúde e a vida social e conjugal do homem. Dentre estas consequências podemos citar a Incontinência Urinária (Enurese), a Incontinência Fecal (Encoprese) e comumente a Impotência Sexual. Todas essas consequências se transformam em sérios prejuízos para a vida social e conjugal do homem, e inegavelmente para a vida profissional.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

REMÉDIOS Para CALVÍCIE e PROSTATITE – Causam Sérios Problemas Sexuais

O laboratório farmacêutico Merck ampliará as bulas de dois medicamentos para o “Tratamento da CALVÍCIE Masculina” e “Tratamento da PROSTATITE” para incluir os “Efeitos Sexuais Colaterais e Adversos”.

As mudanças afetam os remédios “Propecia e Proscar”, que contêm o princípio ativo “Finasterida”, depois que os “Resultados de Testes Clínicos” mostraram “Mais Efeitos Colaterais” que não haviam sido incluídos no momento da aprovação, segundo a FDA (Food and Drug Administration) “Administração de Alimentos e Medicamentos” dos Estados Unidos.

A nova bula do “Propecia”, um medicamento para tratar a “CALVÍCIE Masculina”, incluirá “Transtornos da LIBIDOTranstornos da EJACULAÇÃO e Transtornos de ORGASMO” que continuaram depois do abandono do remédio, informou a FDA.

O “Proscar”, que trata os sintomas do crescimento irregular da Próstata (Prostatite), agora terá a frase “Diminuição da LIBIDO, que continua depois de abandonar o remédio”.

Além disso, as duas marcas estão sendo revisadas para “incluir uma descrição dos relatórios de Infertilidade Masculina e/ou Baixa Qualidade do Sêmen, que normalizou ou melhorou depois de abandonar a droga“.

A porta-voz da FDA, Stephanie Yao, disse que já era sabido que os remédios haviam provocado previamente “Efeitos Sexuais Colaterais” em um pequeno número de pacientes, e que parte desta informação foi incluída na bula no momento da aprovação.

“A alteração da bula amplia a lista dos “Efeitos Sexuais Adversos” reportados à FDA, depois da comercialização”, declarou ela.

A entrada do “Proscar” no mercado americano foi aprovada em 1992, enquanto a do “Propecia” aconteceu em 1997. Em 2011, as bulas dos dois remédios foram revisadas para incluir a “Disfunção ERÉTIL” que continuava depois do fim do uso do medicamento, explicou a agência americana.

A FDA destacou que, apesar de não terem sido estabelecidos vínculos claros entre a “Finasterida” e “Efeitos Sexuais Adversos”, os casos sugerem uma “Gama Mais Ampla de Efeitos Contrários” do que se informou previamente, em pacientes que tomaram os dois medicamentos.

Os testes clínicos mostraram que 3,8% dos homens que tomaram o “’Propecia” notificaram um ou mais “Efeitos Sexuais Colaterais”, contra 2,1% dos que tomaram um placebo.

Você vai arriscar sua Masculinidade com produtos químicos desta natureza?

Existem Produtos e Tratamentos NATURAIS muito mais eficazes e sem estes temidos “Efeitos Maléficos” para a sua Sexualidade.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

O RONCO é Uma Patologia de Alto Risco Para Homens de Meia-idade

O Ronco é responsável por péssimas noites de sono e, às vezes, até pelo fim de alguns casamentos, e afeta aproximadamente 24% dos homens e 18% das mulheres de meia-idade, segundo a Associação Brasileira do Sono. Da bolinha de tênis no pijama até as cirurgias mais complexas, saiba o que funciona para resolver o problema.

Acima dos 60 anos, a proporção passa para 60% dos homens e 40% das mulheres. O barulho produzido pelo movimento do palato causa incômodo e transtornos, mas, não é sempre que ele atrapalha a respiração e, por isso, seu tratamento precisa ser diferenciado.

Muitas pessoas confundem Ronco com Apnéia. Quando há alguma obstrução nas vias respiratórias é porque o paciente tem Apnéia, que consiste em pausas respiratórias durante o sono. Já o Ronco é apenas o ruído causado pela dificuldade que o ar tem de passar, diminuindo a oxigenação do sangue e, portanto, do cérebro, causando uma série de problemas, que vai da Diminuição da Memória ao Derrame ou AVC.

Para poder optar pelo tratamento adequado, é preciso avaliar o tipo de Ronco que o paciente apresenta. Aquele que têm Ronco primário não tem a Apnéia associada. Já os outros são avaliados com base no “número de Apnéias por hora” que o paciente tem durante a noite.

Os pacientes que têm Ronco leve apresentam de 5 a 15 Apnéias por hora, os de Ronco moderado de 15 a 30, e os de Ronco avançado de 30 para cima.

Um dos Roncos mais perigosos para a saúde é o chamado Ronco Ressuscitativo, que é mais forte e marcado por uma pausa de respiração. Quando a pessoa tem esse Ronco ela tem um microdespertar para que o corpo possa sair da Apnéia. Esse tipo de Ronco afeta diretamente o sono do paciente. Ele fica com “Sonolência Diurna“, tem rendimento menor, problemas de concentração e de memória e sofre de irritabilidade.

A “Falta de Oxigenação no Cérebro“, oriunda de pausas respiratórias muito longas, devido à Apnéia, é um risco muito grande e pode resultar em Hipertensão, Derrame e Infarto.

Portanto, para que um “Ronco Circunstancial” (que ocorre devido a algum mau hábito como consumo de bebidas alcoólicas ou ganho de peso) não evolua para uma patologia mais séria, é necessário procurar ajuda profissional, com um tratamento adequado.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

VITAMINA D – Importante Para a Saúde do CORAÇÃO e dos OSSOS

A Vitamina D, uma das importantes vitaminas para a boa saúde do ser humano, normalmente em falta na maioria das pessoas, é bem conhecida dos cientistas e ultimamente uma das mais pesquisadas pela sua grande importância. Sabemos há algum tempo que “níveis baixos deste nutriente podem fazer mal ao Coração”. Porém, uma das mais recentes pesquisas nos revela que níveis além do normal podem fazer nosso coração bater mais rápido e fora de ritmo, uma condição chamada de Fibrilação Atrial (FA), um tipo específico de arritmia (anomalia na frequência cardíaca).

Um estudo da Associação Americana do Coração, liderada por Jared Bunch, acompanhou 132 mil pacientes em um “Centro Médico de Utah” nos Estados Unidos e descobriu que o risco de uma primeira fibrilação atrial quase triplicou quando os níveis de Vitamina D estavam acima do normal, condição esta, que é bastante incomum, a não ser que uma pessoa faça suplementação desta vitamina, sem um necessário acompanhamento profissional. Use suplementos vitamínicos somente com uma orientação segura e eficaz. Tudo em falta ou excesso no nosso organismo se torna prejudicial à saúde.

A maioria das pessoas conseguem pelo menos um pouco das necessidades diárias de Vitamina D com a Luz Solar, mas, mesmo no Brasil, onde temos uma grande incidência solar, a maioria das pessoas está com o nível abaixo do mínimo necessário. Daí a necessidade da suplementação, que somente deve ser feita com uma boa orientação e monitoramento em casos de grande deficiência, mais comum em pessoas muito brancas e principalmente nas pessoas com hábitos sedentários.

Nos países frios do Norte, onde normalmente a incidência anual da luz solar é muito pequena, as pessoas geralmente são encorajadas a tomar suplementos e aumentar os níveis de Vitamina D, para proteger os ossos e o coração. Para quem costuma fazer suplementação de Cálcio, de preferência, com o Citrato de Cálcio (não cumulativo) deve usar concomitantemente “Vitamina D e Magnésio”, para que a assimilação do cálcio seja eficaz.

Todo e qualquer suplemento vitamínico é absorvido de maneira diferente, de pessoa para pessoa. Para haver segurança e eficácia nesta suplementação, os níveis sanguíneos precisam ser verificados corretamente. Altos níveis de Vitamina D só ocorrem quando as pessoas tomam suplementos sem acompanhamento profissional.

Muitas pessoas estão procurando por terapias naturais para tratar uma grande variedade de doenças, e isso significa prevenção.

A faixa normal da Vitamina D no estudo era de 41 a 80 nanogramas por decilitro. Pacientes considerados com níveis excessivos tiveram registros acima de 100 ng/dl.

Existem poucas fontes naturais de alimentos com Vitamina D, que é uma das causas de deficiência desta vitamina na maioria das pessoas. Peixes oleosos como o Atum e o Salmão estão entre os melhores, e pequenas quantidades também estão nos queijos e gemas de ovos, no entanto a população brasileira, em geral, não tem o hábito de fazer uso constante destes peixes como alimento.

Aconselhamos que pessoas diagnosticadas com Fibrilação Atrial e que tomam suplementos de Vitamina D chequem sempre seus níveis sanguíneos deste nutriente.

Acredita-se que o aumento dos batimentos cardíacos, decorrentes da alta concentração de Vitamina D, sejam reversíveis em pessoas que fizeram suplementação excessiva, causada por falta de uma orientação adequada, após a regularização para os níveis adequados.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

METABOLISMO – Como Fazer Seu Controle?

Parece-me pertinente primeiro definir o que é Metabolismo para que fique mais fácil a compreensão deste Conjunto de Sínteses, que às vezes gera algumas dúvidas.

Metabolismo é um conjunto de “Transformações Químicas” em nosso organismo, pelas quais se efetuam a Assimilação – o Anabolismo – o Consumo e o Catabolismo das substâncias necessárias à vida de todos os seres “Animais e Vegetais”. No metabolismo de uma substância se incluem, a sua Digestão, Transporte, Deposição ou Assimilação, Catabolismo ou Consumo e a Excreção ou Eliminação dessas substâncias. Reserva-se o nome de “Metabolismo Intermediário” ou “Metabolismo Propriamente Dito” às Reações Químicas que ocorrem durante a fase Catabólica (de consumo). As substâncias que se formam na fase intermediaria durante as transformações metabólicas de uma substância são denominadas Metabólitos. As Enzimas, Hormônios e Vitaminas são responsáveis pela regulação dos diversos metabolismos.

Para facilidade de estudo e de compreensão dos fenômenos, costuma-se dividir o metabolismo em: Metabolismo dos Glicídios (Açúcares), Metabolismo dos Lípides (Gorduras), Metabolismo dos Protídios (Proteínas), Metabolismo da Água, Metabolismo dos Sais, etc.

Daí a grande importância dos suprimentos (Enzimas, Hormônios, Minerais, Proteínas e Vitaminas) necessários para que o Metabolismo do nosso corpo funcione adequadamente, para não torná-lo muito lento, gerando um (acúmulo ou depósito de gorduras) e também, para que não seja acelerado em demasia, gerando uma série de distúrbios na sua saúde.

O Gasto Calórico Metabólico de cada pessoa varia de acordo com as próprias “Características Pessoais“, como Idade, Peso, Altura, Hereditariedade, etc. No entanto, é possível controlar esse gasto ficando atento ao: Número de Calorias Ingeridas e à prática de Atividade Física. Se você não seguir as orientações próprias para as suas necessidades e ver o ponteiro da balança subir, basta queimar mais calorias, se exercitando das formas mais variadas possíveis. Só não pode ficar parado (ocioso). Para quem quer emagrecer deve ingerir uma quantidade energética adequada (balanceada), que esteja abaixo das suas necessidades. Assim, aliado a um cardápio de baixo valor calórico com uma atividade física adequada, a eliminação de peso será maior.

Para melhorar o seu Metabolismo de forma natural e evitar todos os dissabores da desregulação do seu “Sistema Metabólico“, é importante procurar uma orientação adequada e consistente. Se você não consegue emagrecer mesmo fazendo grandes esforços é possível que isso possa ser melhorado e facilitado, através da regulação do seu Metabolismo.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

MÁ DIGESTÃO – Como Evitar Uma Indisposição Gástrica?

Alguns cuidados na hora da alimentação são fundamentais para evitar o Mal-Estar Após as Refeições. Comer sem pressa é uma boa maneira. As refeições principais devem durar, no mínimo, 30 minutos. É muito importante mastigar bem os alimentos e lembre-se, o Estômago Não Tem Dentes. Mastigue pelo menos 40 vezes cada alimento, com calma.

Controlar a quantidade de líquidos durante as refeições é importante, porque eles enfraquecem a ação do Suco Gástrico (essencial para uma boa digestão) que diminui conforme aumenta a idade.

Tome no máximo 200 ml de qualquer líquido, mas, de preferência não tome nada e Evite Alimentos Ricos em Gordura.

Esta é uma boa forma de evitar a Má-Digestão. Se você sentir necessidade de beber algum líquido durante suas refeições, de preferência, beba um Chá Quente, para ajudar na Diluição e Digestão das Gorduras.

Alguns alimentos são de digestão mais fácil, assim como também é possível usar alguns Digestivos Naturais, ricos em Enzimas Digestivas, próprias para facilitar a digestão. Outra possibilidade para ter uma Boa Digestão é ter uma correta orientação sobre a “Combinação de Alimentos Ideais” para o seu Grupo Sanguíneo.

É importante lembrar que, se o Mal-Estar For Crônico é fundamental consultar um profissional da saúde, que possa diagnosticar corretamente as possíveis alterações ou disfunções no seu Sistema Digestivo.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

Causas e Consequências da MELATOPAUSA na Nossa Vida

A Deficiência de MELATONINA em Nosso Organismo Pode Causar Sérios Problemas de Saúde, Principalmente INSÔNIA

Melatopausa basicamente é a “Deficiência, Insuficiência ou Diminuição Precoce” de Melatonina (hormônio do sono) no nosso organismo e a deficiência de todos os receptores hormonais, gerando Insônia e outros Distúrbios do Sono e em último caso causada em função da idade em que esse declínio é natural. É possível e conveniente fazer a reposição terapêutica de Melatonina, através de uma alimentação adequada, a cada caso, ou mesmo por Suplementos Naturais.

A sequência da produção de Melatonina tem início com o aminoácido Triptofano que é o precursor da produção de Serotonina, que por sua vez completa o ciclo e forma o hormônio do sono, a Melatonina.

A Melatonina é um hormônio produzido em algumas regiões do nosso corpo e o principal local dessa produção ocorre na Glândula Pineal. O hormônio também é produzido em menor quantidade na Retina, no Trato Gastrointestinal e provavelmente em alguns outros órgãos do nosso corpo. A Glândula Pineal foi durante muito tempo comparada com o Apêndice, a qual só serviria para nos trazer transtornos quando da presença de algum Tumor. O Apêndice só nos proporcionaria Apendicite (inflamação do Apêndice), coisa que até agora não foi contestada por ninguém). Muitos estudos científicos comprovam que a Melatonina produzida nesta glândula (a pineal) tem grande importância para o bem-estar e a saúde do nosso organismo e a diminuição dela contribui muito para o Envelhecimento Precoce nos seres humanos.

A deficiência de Melatonina pode gerar, além de Insônia, Cansaço, Depressão e Desânimo, a deficiência na produção de Dopamina (neurotransmissor do Prazer e da Motivação) e consequências decorrentes múltiplas.

Na imagem acima podemos observar bem o resultado da deficiência ou da diminuição precoce desse importante hormônio para o equilíbrio de todas as funções orgânicas do nosso corpo. Daí a importância de suprir as necessidades básicas diárias do nosso corpo, de forma preventiva ou mesmo curativa, para melhorar nossa qualidade de vida.

A produção da Melatonina pela pineal ocorre quase exclusivamente à noite e no escuro, o que justifica os altos níveis desse hormônio à noite e muito baixos durante o dia. À medida que envelhecemos a produção da Melatonina diminui e como consequência os níveis circulantes de Melatonina em pessoas idosas são muito mais baixos do que nos jovens. Este processo é denominado Melatopausa, sendo pouco conhecida a fisiologia deste processo, dada a dificuldade em dosar os níveis noturnos da Melatonina.

O envolvimento da queda dos níveis de Melatonina com o envelhecimento se dá de várias formas, sendo que a ligação desse hormônio com o “Relógio Biológico” faz com que a diminuição dos seus níveis deteriore o “Sono Noturno”, e isso por si só já é um fator de envelhecimento e por isto, muitas vezes precoce. Os conhecidos efeitos estimulantes no “Sistema Imunológico” justificariam o enfraquecimento imunológico do idoso. A Melatonina também tem efeitos Anticancerígenos muito significativos, especialmente no Câncer de Mama e no Câncer Hepático (de Fígado). Não bastasse, tudo o que de bom a Melatonina faz na nossa vida, ela ainda é um dos mais poderosos antioxidantes (anti radicais livres) conhecidos atualmente e cientificamente comprovado, já há bastante tempo.

É por conta de tudo isso já exposto, que a cada dia aumentam as expectativas da reposição desse hormônio, com ótimas perspectivas no tratamento de moléstias como o Mal de Alzheimer, o Mal de Parkinson e outras condições “Neuro Degenerativas“, dada a vantagem de atravessar a chamada barreira entre o Sangue e o Cérebro (barreira Hemato-Liquórica). Porém, não existe um protocolo de tratamento único para as mais diversas patologias em que se pode usar a Melatonina, já que sabemos que ela é grandemente eficaz. É importante que se faça uma Minuciosa Análise das causas de cada patologia para fazer uma indicação da qual o paciente possa obter o melhor resultado.

Sabemos também que a Melatonina é um excelente antioxidante e por isso mesmo ela pode ser usada nos casos em que existe a Catarata (Opacificação do Cristalino) ou para prevenir o surgimento dela, que também é um dos sinais de envelhecimento ou excesso de Radicais Livres, que tem como causa múltiplos fatores da vida moderna, principalmente, gerados pela alimentação inadequada e pelo stress.

Observação Importante:

Há, no entanto, a necessidade de uma “Orientação Segura” na indicação individual de cada caso, para se evitar os possíveis “Efeitos Colaterais ou Efeitos Adversos“, uma vez que existem vários cuidados a serem observados no uso da Melatonina.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

DIABETES – 14 de Novembro é o Dia Mundial do DIABETES

Dia Mundial do DIABETES é Dia de Prestar Mais Atenção a Esta DOENÇA

Como Prevenir e Controlar a Doença Que Já Atinge Mais de 240 Milhões de Pessoas em Todo o Mundo.

Em 14 de novembro é celebrado o Dia Mundial do Diabetes, uma data que foi criada com o objetivo de conscientizar a população sobre essa doença que atinge, pelo menos, 245 milhões de pessoas em todo o mundo, segundo dados do Ministério da Saúde. De acordo com o órgão, estima-se que em 30 anos, este número chegue à marca de 380 milhões.

Existem dois tipos de Diabetes, o Tipo I ou insulinodependente e o Tipo II ou não insulinodependente. No primeiro caso, a doença ocorre por “Falência do Pâncreas”. Normalmente, restam apenas 20%, ou menos, de células pancreáticas que ainda funcionam, ou seja, produzem insulina. Neste caso, o tratamento precisa ser feito com insulina diariamente.

O Diabetes Tipo I ocorre com mais frequência em crianças ou jovens de 25 a 30 anos, podendo iniciar ainda bebê. A causa pode ser um processo imunológico e não tem relação com o estilo de vida.

O Diabetes Tipo II ocorre em uma fase mais tardia da vida, após os 40 anos, e está diretamente relacionada ao estilo de vida e a fatores hereditários. Nesse caso, o pâncreas tem células produtoras de insulina, no entanto, essa insulina tem uma qualidade ruim e não funciona direito. Além disso, com o tempo, as células vão se cansando e deixando de produzir essa insulina. Por isso que o Diabetes é uma “Doença Progressiva”.

Os sintomas de ambos os tipos da doença são parecidos: Cansaço, Fome, Sede, Visão Turva e Aumento das Micções (principalmente durante o sono). No caso do tipo I, os sintomas são mais graves e também podem causar perda de peso e desidratação.

Para os portadores de diabetes tipo II, o tratamento é feito à base de remédios, os chamados hipoglicemiantes, além das mudanças necessárias no estilo de vida, como uma nova dieta, a prática de exercícios físicos, o fim do vício do cigarro e do álcool, entre outras.

A dieta é apropriada e fundamental não só no controle da doença, mas, também, na sua prevenção, já que a obesidade é uma das grandes causas do Diabetes nos dias atuais. A atividade física também faz parte do tratamento e serve não só para o paciente perder peso, mas, também, para gastar energia (glicose). Não existe uma atividade melhor, apenas precisa ser feita com regularidade”.

O açúcar está proibido por completo nestes casos e deve ser substituído por um adoçante. Alimentos adoçados artificialmente podem ser consumidos com limite, sempre respeitando os rótulos: Diet é Um Produto Sem Açúcar e Light é Um Produto Com Menos Calorias e Menos Gorduras.

As refeições precisam ser balanceadas: 50% de Carboidratos (Integrais, de preferência), 30% de Gorduras e 20% de Proteínas. O mais importante é comer com moderação! Existem diversas formas de tratamento, porém, devem ser escolhidas de forma individual. Cada caso tem a sua indicação, tanto para as insulinas como para os remédios orais.

Precisa de Ajuda? Faça de preferência um “Tratamento Natural com Fitoterápicos” ou “Tratamento Ortomolecular” para corrigir suas deficiências minerais, que são comuns a todos nós, em função da má alimentação, do stress do dia-a-dia e do desgaste natural que todos nós sofremos.

Observação: O melhor tratamento para a saúde que existe é o preventivo. Se você esperar para fazer algo quando um problema de saúde se manifestar, fica tudo mais difícil, mais caro, mais demorado, mais sofrido e às vezes fica difícil obter os resultados desejados.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

 
Publicado em

CÁLCIO, Cerveja e Frutas Cítricas Fazem BEM ou MAL aos RINS?

Veja Se a Sua Alimentação Protege ou Põe Seus RINS em RISCO

O Dia Mundial do RIM é 8 de março e nos ajuda a lembrar a importância dos grandes filtros do nosso corpo. Os Rins limpam todo o sangue e eliminam as toxinas pela urina, permitindo que todos os outros órgãos funcionem corretamente. Com uma função tão nobre, eles merecem ser protegidos. A alimentação é peça chave no desenvolvimento ou não de Cálculos e outras Doença Renais.

Consumir Carne Vermelha em excesso afeta o funcionamento dos rins por causa da “Proteína“. Quem come muita carne vermelha e outros produtos ricos em proteína fica com o sangue mais ácido. O corpo, ao fazer esforço para restabelecer o pH do sangue, retira “Cálcio dos Ossos” sob a forma de “Bicarbonato de Cálcio”, componente que devolve à neutralidade ao sangue. O excesso de Bicarbonato de Cálcio na circulação acaba indo para os Rins, podendo provocar a formação de “Cálculos Renais” (pedras nos rins).

Para manter uma alimentação equilibrada, com as quantidades adequadas de Cálcio e principalmente o tipo correto de Cálcio é importante você ter uma boa orientação, já que este mineral é comercializado sob “diversas formas inadequadas ao nosso organismo”, e muitas vezes, por falta de uma orientação correta, mais faz mal do que bem ao nosso organismo.

Para evitar problemas nos rins e manter a saúde renal em equilíbrio, é importante ingerir as quantidades recomendadas a qualquer pessoa saudável, que é cerca de “2 litros por dia” ou sempre que sentir sede. Observe sempre a sua urina, e verifique se ela está da cor (amarelo bem clarinho), que é a tonalidade ideal. Se estiver mais escura, beba mais água. Se o problema persistir, é melhor você procurar uma orientação profissional.

Moderar nos alimentos que agravam o Diabetes ajuda a proteger os rins e a doença é uma das principais causas de Doenças Renais, que pode levar os rins a falência. Quem tem Diabetes e Síndrome Metabólica (doença caracterizada por obesidade, problemas relacionados ao excesso de Ácido Úrico e outros) apresenta mudanças de metabolismo que também alteram a função renal. Manter sua alimentação equilibrada e o Diabetes controlado é fundamental para evitar problemas renais.

Outro alimento em excesso que prejudica diretamente o bom funcionamento dos Rins é o SAL, que, em grandes quantidades, aumenta a pressão sanguínea dentro de todos os vasos do nosso corpo. Essa “Hipertensão Arterial” machuca e danifica as veias e as artérias dos Rins, diminuindo a capacidade de filtração renal.

A relação entre a Cerveja e os Rins é que a bebida, em excesso, pode provocar doenças renais, porque, o álcool inibe a “produção regular” do Hormônio Antidiurético (ADH – Antidiuretic Hormone) – um dos hormônios responsáveis pela Enurese (Incontinência Urinária) e também pelo “Diabetes Insípidus” – quando o ADH está em falta. Por essa razão, as pessoas, quando bebem, vão mais vezes ao banheiro, salvo por algum outro problema de saúde.

Beber muita cerveja aumenta os níveis de Ácido Úrico no organismo, substância essa, que pode causar Doenças Renais – como a Nefropatia Úrica – ou ainda, formar Cálculos Renais (pedras nos rins), que podem levar o paciente a uma cirurgia para removê-las, caso não consiga isso através de tratamentos menos invasivos.

O consumo regular de Frutas Cítricas impede a formação de pedras nos rins. Uma dieta muito pobre em frutas, principalmente as cítricas, pode facilitar a formação dessas pedras. Isso acontece porque o Citrato – substância presente nas “Laranjas, Limas e Limões” diminui a atração entre as partículas que se unem para formar as pedras.

Quem já tem pedras nos Rins não precisa seguir uma dieta com restrição de Cálcio, porém, deve ter cuidado com o tipo de Cálcio que faz uso. Para evitar a formação de Cálculos Renais, você deve usar apenas o Citrato de Cálcio e não o Carbonato de Cálcio. Eliminá-lo das refeições pode causar outras doenças, como a Osteopenia (diminuição da densidade mineral dos ossos) e a Osteoporose (diminuição da massa óssea). O importante é não consumi-lo em excesso. A quantidade diária ideal deve ser recomentada caso a caso.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais


 
Publicado em

CISTITE – Causas, Riscos e Consequências

Sintomas – Diagnóstico – Tratamento e Prevenção da CISTITE (Infecção Urinária)

Cistite é uma (infecção da bexiga), que pode ser causada por Bactérias ou Fungos, iniciada na uretra e quando não tratada adequadamente pode evoluir para uma Pielonefrite (Infecção nos Rins). Nesse caso o quadro já é muito mais sério, sendo necessários cuidados muito mais específicos, para evitar consequências maiores ou muito mais sérias.

CAUSAS, RISCOS E CONSEQUÊNCIAS

Normalmente ela é causada por bactérias que invadem a uretra e a bexiga e as mulheres são mais suscetíveis ou vulneráveis do que os homens, já que a uretra da mulher é mais curta (aproximadamente 4 cm, ao passo que a dos homens tem 20 cm, em média), e por isso há uma distância menor para as bactérias percorrerem. Além disso, nas mulheres o ânus e as aberturas externas da uretra e da vagina são tão próximas que as bactérias podem migrar facilmente de uma a outra. As bactérias quase sempre responsáveis pela cistite são as que normalmente vivem no intestino humano sem causar problemas.

As infecções do trato urinário também podem ser causadas por obstruções. Quando elas ocorrem, a bexiga não consegue se esvaziar da maneira adequada. A urina restante na bexiga pode acabar sendo um foco para a reprodução de bactérias. As obstruções podem ter como causa: Pedras nos RinsProstatite (Próstata Inflamada e Aumentada) e Tumores, entre outras.

O revestimento da uretra também pode ter um defeito que permite a entrada de bactérias no trato urinário e relações sexuais frequentes podem traumatizar a uretra, rompendo seu revestimento e deixando-a mais suscetível às infecções.

Cistite não é comum em homens. Mas, quando ocorre, a causa comum é uma infecção que se espalhou da “Próstata Inflamada” ou se iniciou na bexiga em razão da próstata aumentada, que pode dificultar o completo esvaziamento da bexiga.

Uretrite (Infecção ou Inflamação da Uretra) normalmente é o início de uma cistite. A uretrite pode ocorrer tanto em homens quanto em mulheres, por relações sexuais com uma pessoa infectada. Os dois tipos mais comuns são a Uretrite Gonorreica e a Não-Gonocócica. As bactérias que causam a cistite podem vir pela uretra, porém são diferentes das que causam somente uretrite e em geral são associadas a doenças sexualmente transmissíveis.

Não podemos esquecer que uma cistite pode evoluir para uma Pielonefrite (Infecção dos Rins – processo que pode desenvolver para agudo ou crônico) e se transformar em um quadro de risco para a sua saúde.

SINTOMAS

Os sintomas da cistite incluem sensação de dor ou ardor ao urinar, necessidade frequente e urgente de urinar e, ocasionalmente, dor na região inferior das costas. Esses sintomas, junto com sangue na urina, indicam cistite hemorrágica, mais comum em mulheres. Apesar de ser um pouco assustadora, ela é frequentemente fácil de tratar. Contudo, crises repetidas ou sangramento persistente, visível ou microscópico, requerem investigação mais aprofundada. Nos homens, no entanto, sangue na urina não costuma ser atribuída à cistite hemorrágica e exige investigação imediata.

Com exceção do sangue visível na urina, todos os sintomas mencionados podem estar presentes na uretrite, que também costuma ser acompanhada de Secreção, Febre AltaCalafrios e Dor nas Costas (geralmente em um só lado), com ou sem quaisquer outros sintomas, costumam indicar Pielonefrite (Infecção dos Rins), que exige os cuidados imediatos de um médico.

DIAGNÓSTICO

O Diagnóstico da infecção urinária depende dos resultados do exame e da cultura de urina. A presença de um número que pode ir de moderado à grande, de Glóbulos Brancos (leucócitos), com pelo menos 100 mil colônias de qualquer tipo de bactéria em uma cultura, fornece evidências conclusivas de infecção.

Muitas vezes fica difícil determinar que parte do trato urinário está infectada, ou mesmo se há infecção. Nas mulheres, é comum a existência de certa quantidade de glóbulos brancos e de bactérias na abertura da uretra, em consequência de um corrimento vaginal. Portanto, para que a amostra de urina esteja livre desses contaminantes, geralmente se pede material retirado do meio do fluxo. A primeira urina costuma limpar os contaminantes da uretra, deixando o resto da amostra normalmente sem contaminação.

Esse procedimento é adequado para a grande maioria de casos de cistite simples. No entanto, se houver dúvidas quanto à validade da amostra ou se, por alguma razão, ela precisa estar totalmente livre de contaminantes, um cateter (um tubo fino e flexível) pode ser inserido na bexiga através da uretra, mas isso é muito raro. Basta antes da coleta da urina, que a mulher realize uma higiene local com água, sabão e povidine, no hospital ou no laboratório onde será colhido o exame.

No homem, se há suspeitas de que a causa da infecção é uma Prostatite (Inflamação da Próstata), o médico pode colocar uma luva e inserir um dedo no ânus do paciente para sentir a glândula diretamente. Uma amostra do fluido prostático pode ser obtida (massageando a glândula no momento do exame) por meio da uretra, para que se estabeleça uma cultura.

Em casos crônicos de cistite, tanto em homens como em mulheres, nos quais a causa da infecção recorrente pode ser uma obstrução, como: pedras nos rins ou problemas de esvaziamento. Nestes casos são necessárias radiografias especiais: material de contraste é inserido na bexiga por um cateter e tiram-se as imagens da bexiga e da uretra através de Raios X durante o ato de urinar. Com isso, podem ser detectados o afinamento de uma porção da uretra, a presença de pedras nos rins e o esvaziamento incompleto da bexiga (que promove cistite). Outro modo de se examinar a bexiga é por meio da Cistoscopia (exame feito com um instrumento semelhante a um tubo leve e flexível chamado de cistoscópio, o qual é inserido pela uretra). Esses procedimentos podem ser precedidos por estudos de exames com imagens, como: UltrassomTomografia Computadorizada ou Ressonância Magnética. A investigação de pedras no trato urinário é feita pela Ultrassonografia e quando o cálculo não é achado, o próximo passo é a Tomografia Computadorizada.

TRATAMENTO

O Tratamento da primeira ocorrência de cistite é feito com antibióticos orais. Já os casos recorrentes podem ser tratados da mesma maneira se forem causados por um organismo diferente. Nos casos, porém, em que o mesmo organismo está causando problemas novamente, podem ser necessárias dosagens maiores de medicamentos ou tratamento de longa duração (podem ser necessárias doses diárias de medicamentos por seis meses ou mais). É importante que as instruções de dosagem sejam seguidas à risca, pois, a pessoa fica vulnerável a uma nova infecção ou a se contaminar novamente pela mesma infecção caso o programa da terapia recomendada não seja completado.

Há indivíduos que possuem tendência a episódios repetidos de cistite ou de infecções da porção superior do trato urinário. Se houver algum defeito anatômico, como um afinamento da uretra, a dilatação (alargamento) pode ser necessária. Se houver pedras, pode ser que elas tenham que ser removidas. Se a fonte de infecção é a Próstata, os Antibióticos são a primeira solução e a Cirurgia, a última. Se não houver uma causa óbvia para a cistite recorrente ou intersticial, doses pequenas de antibióticos podem ser receitadas por longos períodos (terapia profilática ou preventiva).

PREVENÇÃO

Como Prevenção, as mulheres podem conseguir se proteger da cistite recorrente limpando-se da frente para trás com o papel higiênico e lavando-se com água e Sabonete Líquido (nunca em pedra) após cada evacuação. Elas também devem tentar urinar imediatamente após uma relação sexual, para lavar as bactérias que podem ter entrado na uretra. Entretanto, há controvérsias em relação à utilidade dessas medidas. Roupas íntimas folgadas e absorventes permitem a evaporação e absorção de fluidos corporais, ajudando a prevenir infecções. Tanto os homens como as mulheres devem beber bastante líquido e urinar com frequência, esvaziando completamente a bexiga a cada vez.

Agora que você já tem mais esclarecimentos sobre a cistite, se achar necessário, procure ajuda para evitar possíveis consequências e principalmente para ter uma saúde plena e livre de todos os incômodos e riscos que a cistite causa, além da privação da sua vida sexual.

Recomendação: Em nossos tratamentos fazemos recomendações de higiene bem mais específicas e eficazes e a recomendação do uso de absorventes específicos, que, além de serem bem mais eficientes combatem também com grande eficácia a proliferação de Bactérias e Fungos Patogênicos.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

CLIQUE e Conheça Também

SONO-PAX – Aparelho anti RONCO e APNÉIA DO SONO

PILLOW-PAX – Travesseiro anti RONCO e APNÉIA DO SONO


CLIQUE AQUI Para Conhecer Nossos Tratamentos Naturais