saudeeterapia@gmail.com
(11) 99524-2828
(11) 5044-0606
Schneider
Saúde e Terapia
Excelência em Tratamentos Naturais
Sua Saúde Levada à Sério
CÁLCIO, Cerveja e Frutas Cítricas Fazem BEM ou MAL aos RINS?

Veja Se a Sua Alimentação Protege ou Põe Seus RINS em RISCO

O Dia Mundial do RIM é 8 de março e nos ajuda a lembrar a importância dos grandes filtros do nosso corpo. Os Rins limpam todo o sangue e eliminam as toxinas pela urina, permitindo que todos os outros órgãos funcionem corretamente. Com uma função tão nobre, eles merecem ser protegidos. A alimentação é peça chave no desenvolvimento ou não de Cálculos e outras Doença Renais.

Consumir Carne Vermelha em excesso afeta o funcionamento dos rins por causa da “Proteína“. Quem come muita carne vermelha e outros produtos ricos em proteína fica com o sangue mais ácido. O corpo, ao fazer esforço para restabelecer o pH do sangue, retira “Cálcio dos Ossos” sob a forma de “Bicarbonato de Cálcio”, componente que devolve à neutralidade ao sangue. O excesso de Bicarbonato de Cálcio na circulação acaba indo para os Rins, podendo provocar a formação de “Cálculos Renais” (pedras nos rins).

Para manter uma alimentação equilibrada, com as quantidades adequadas de Cálcio e principalmente o tipo correto de Cálcio é importante você ter uma boa orientação, já que este mineral é comercializado sob “diversas formas inadequadas ao nosso organismo”, e muitas vezes, por falta de uma orientação correta, mais faz mal do que bem ao nosso organismo.

Para evitar problemas nos rins e manter a saúde renal em equilíbrio, é importante ingerir as quantidades recomendadas a qualquer pessoa saudável, que é cerca de “2 litros por dia” ou sempre que sentir sede. Observe sempre a sua urina, e verifique se ela está da cor (amarelo bem clarinho), que é a tonalidade ideal. Se estiver mais escura, beba mais água. Se o problema persistir, é melhor você procurar uma orientação profissional.

Moderar nos alimentos que agravam o Diabetes ajuda a proteger os rins e a doença é uma das principais causas de Doenças Renais, que pode levar os rins a falência. Quem tem Diabetes e Síndrome Metabólica (doença caracterizada por obesidade, problemas relacionados ao excesso de Ácido Úrico e outros) apresenta mudanças de metabolismo que também alteram a função renal. Manter sua alimentação equilibrada e o Diabetes controlado é fundamental para evitar problemas renais.

Outro alimento em excesso que prejudica diretamente o bom funcionamento dos Rins é o SAL, que, em grandes quantidades, aumenta a pressão sanguínea dentro de todos os vasos do nosso corpo. Essa “Hipertensão Arterial” machuca e danifica as veias e as artérias dos Rins, diminuindo a capacidade de filtração renal.

A relação entre a Cerveja e os Rins é que a bebida, em excesso, pode provocar doenças renais, porque, o álcool inibe a “produção regular” do Hormônio Antidiurético (ADH – Antidiuretic Hormone) – um dos hormônios responsáveis pela Enurese (Incontinência Urinária) e também pelo “Diabetes Insípidus” – quando o ADH está em falta. Por essa razão, as pessoas, quando bebem, vão mais vezes ao banheiro, salvo por algum outro problema de saúde.

Beber muita cerveja aumenta os níveis de Ácido Úrico no organismo, substância essa, que pode causar Doenças Renais – como a Nefropatia Úrica – ou ainda, formar Cálculos Renais (pedras nos rins), que podem levar o paciente a uma cirurgia para removê-las, caso não consiga isso através de tratamentos menos invasivos.

O consumo regular de Frutas Cítricas impede a formação de pedras nos rins. Uma dieta muito pobre em frutas, principalmente as cítricas, pode facilitar a formação dessas pedras. Isso acontece porque o Citrato – substância presente nas “Laranjas, Limas e Limões” diminui a atração entre as partículas que se unem para formar as pedras.

Quem já tem pedras nos Rins não precisa seguir uma dieta com restrição de Cálcio, porém, deve ter cuidado com o tipo de Cálcio que faz uso. Para evitar a formação de Cálculos Renais, você deve usar apenas o Citrato de Cálcio e não o Carbonato de Cálcio. Eliminá-lo das refeições pode causar outras doenças, como a Osteopenia (diminuição da densidade mineral dos ossos) e a Osteoporose (diminuição da massa óssea). O importante é não consumi-lo em excesso. A quantidade diária ideal deve ser recomentada caso a caso.


Sérgio Schneider

CRT: 42.237
Sinaten: CTN-SP 2732
.
TERAPEUTA DO SONO
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Especialista em Plantas Medicinais
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especializado em Incontinência Urinária e Prostatite
Principais Tratamentos: RoncoApnéia do Sono e Insônia

 
Sobre
Nossa proposta é cuidar da saúde e bem-estar dos nossos clientes com Tratamentos Preventivos, através de terapias naturais, com o uso da Filoterapia, da Terapia Ortomolecular e da Trofoterapia.

Sérgio Schneider

CRT: 42237

Terapeuta do Sono
Fitoterapeuta e Ortomolecular
Pós-Graduado em Fitoterapia Clínica
Especialista em Incontinência e Prostatite
Atendimento
Caixa Postal: 57.056
CEP: 04089-972
Moema - São Paulo/SP
(11) 5044-0606
(11) 94143-5151 – OI
(11) 94141-1414 – TIM
(11) 99936-1414 – CLARO
(11) 99524-2828 – WhatsApp
Facebook